Total de visualizações de página

quinta-feira, 29 de março de 2012

Eu não sou HOMOFÓBICO!!!

HOMO: antepositivo, do grego homós, ê, ón 'semelhante, igual'; 
FOBIA: phóbos,ou 'ação de horrorizar, amedrontar, dar medo' 
Fonte: Dicionário Houaiss. 
Portanto, ou é falta de inteligência, ou falta de conhecimento da Língua Portuguesa ou estão agindo de má fé, os grupos que apoiam a causa dos homossexuais. Inclusive o deputado Jean Wyllys, como escritor e colunista de uma importante revista brasileira deveria saber usar as palavras corretamente.
A palavra HOMOFOBIA, literalmente, significa ter medo de algo ou alguém que é semelhante. O problema é que há um jogo de palavras (nem quero discutir quem criou esse jogo) querendo passar a idéia que, quem não concorda com a prática homossexual, é alguém que odeia os gays, as lésbicas, os travestis e por aí vai. Infelizmente a falta de conhecimento da maioria da população brasileira acaba provocando esse tipo de coisa.  Eu não tenho medo nem de quem é igual a mim, nem de quem é diferente de mim. E jogar com as palavras, principalmente para manipular a massa, é um desrespeito muito grande com a população.
Agora, sejamos objetivos - e gostaria que alguém que milita a "causa gay" me respondesse - qual é o problema de me manifestar contrário à prática homossexual? Se eu não concordo com a prática educacional do colégio do meu filho, eu não poderia questionar a direção do colégio? Se eu não concordo com a maneira do síndico do meu prédio administrar o condomínio, não posso expor minha opinião a ele? Se eu não concordo com a prática homossexual, eu não posso expressar minha opinião? Lembro-me de um professor de ginástica olímpica em um dos colégios onde lecionei que era gay. Conversávamos muito, tínhamos gostos parecidos para música e gastronomia. Sempre deixei claro que era contrário a essa prática homossexual, que não achava correto o jeito dele ser e viver e nunca houve problema na nossa relação de amizade. Tive um professor no cursinho que também é gay e quando, vez ou outra nos encontramos, damos boas risadas um com o outro e nada nos atrapalha. Ele sabe que não concordo com suas atitudes e opiniões e não somos agressivos um com o outro.
Então, não me chamem de HOMOFÓBICO, pois não tenho medo de ninguém que seja semelhante a mim. Não tenho medo nem de heterossexuais, nem de homossexuais. Apenas discordo de um tipo de comportamento, mas não tenho fobia de ninguém.

Nenhum comentário: