Total de visualizações de página

terça-feira, 29 de junho de 2010

A loucura de um neopentecostal!

Eu me cansei de tanta idiotice no meio evangélico. Não vou escrever aqui que esse pessoal tresloucado passou dos limites, pois esses loucos não têm limites para nada. Se eles podem “chutar o pau da barraca” com suas idiotices, eu também posso.

O senhor Renê Terra Nova (recuso-me a chamá-lo inclusive de irmão, quanto mais de algum outro título — Spurgeon faria o mesmo!!!) agora é um PATRIARCA. Exatamente o que você está lendo.

Na última conferência realizada e organizada por ele mesmo, várias pessoas o reconheceram como patriarca por causa do que ele tem desenvolvido no Brasil e fora daqui. Estranho e ridículo: a conferência é organizada por eles, tem um monte de gente amiga dele, que bate continência para o que ele fala e, “espontaneamente”, ele foi reconhecido como patriarca.

Isso nada mais é do que HERESIA, ABSURDO, MENTIRA, BLASFÊMIA, ORGULHO, ARROGÂNCIA, DEMONÍACO, FALSO, HERÉTICO e qualquer outra coisa que você queira qualificar. O cara agora está no mesmo nível que Abraão, Isaque e Jacó!!! É brincadeira!!!!

Não é possível que isso esteja acontecendo e ninguém fala nada, ninguém faz nada. E o evento foi cheio de rituais: estandartes representando as doze tribos, as bandeiras dos estados do Brasil, manto púrpura que representa a unção patriarcal. Isso é NOJENTO!!!!!

Onde isso está na Bíblia? Foi para isso que Deus nos chamou? Esses caras conseguiram até um representante de uma associação cristã israelense que disse que Israel reconhece o legado patriarcal que está sobre o Renê Terra Nova. Essa é uma loucura tão grande que eu garanto que nenhum rabino de nenhum sinagoga de São Paulo... nem os reformistas diriam isso que um homem, ainda mais se esse homem dissesse que acredita em Jesus.

Não dá mais!!! Eu não vou mais me calar diante da estupidez dessa gente. Posso perder algum tempo escrevendo meus artigos aqui, vez ou outra mandando um email para esses caras lerem. Mas quieto é que não vou ficar mais. Vou continuar ensinado o que é correto à luz da Bíblia e denunciando o engano e o erro.

E para provar que isso não é mentira, veja no próprio blog desse destemperado.

http://www.reneterranova.com.br/blog/?p=3063


4 comentários:

Anônimo disse...

É, mano, essa turma pirou de vez, surtou mesmo. acolho o seu desabafo...

abraço, GERSON

José Neiva disse...

É Marcos...Infelizmente existem esses hereges que nos causam ira!!! E, se vc observar, estão cumprindo-se várias profecias acerca dos ultimos tempos...Falsos profetas, aqueles que dizem vir "em nome de deus" (minuscula, propositadamente!)Que o SENHOR tenha misericórdia dos seus eleitos!! Abraços, José Neiva

Jckson disse...

Como você a maioria das pessoas esperam o mais dos absurdos pra abrir a boca. É maravilhoso ver como apesar de muito coisa existem pessoas que estão atentas para o que é Verdade.

Só que essa briga que você quer comprar não dá em nada. Lutar por igreja evangélica, não é lutar pela igreja de Deus, isso ai que nós vemos é só um ajuntamento de palhaços.

Nós devemos gastar nosso tempo, força, esforços, suor, com o que vale para eternidade, tudo isso passará mas, o que permanece é o Amor. "e enquanto a vós outros, sereis reconhecidos como meus discípulos quando amardes uns aos outros" palavras do nosso mestre.

Paz, querido

Música, Ciência e Teologia disse...

Jckson, denunciar o erro é uma maneira de estar atento à Verdade; é apontar para a Verdade exaltando a Sua beleza e coerência. Não sou da opinião "quanto pior melhor", apesar do apóstolo Paulo afirmar que seria salutar que as diferenças viessem à tona (leia 1 Coríntios).

É justamente por VER um "ajuntamento de palhaços" que brigo. A Igreja de Cristo deve ser o ajuntamento dos santos e não dos palhaços. É justamente por ver essa escória que me revolto contra eles e contra a teologia deles. Mas é uma revolta no campo das idéias, da postura... nada mais que isso.

Uma das manifestações dos amor de Jesus Cristo foi combater o erro da Sua época. Mostrar o erro para quem não o percebe, apontar o caminho correto é uma maneira cristã de amar.

Até mais, Marcos.