Total de visualizações de página

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

A evolução e a Mega-Sena

Se apostarmos 1 jogo de seis dezenas na Mega-Sena, a probabilidade de ganharmos é de 1 em 50.063.860, que corresponde a 0,000002% de chance de ganhar.

A probabilidade de surgimento da vida é muitíssimo menor do que ganhar na Megasena. Não seria razoável que os evolucionistas apostassem regularmente, uma vez que é mais provável que se ganhe do que o surgimento da vida?

Até mais, Marcos.

3 comentários:

Jorge Fernandes Isah disse...

Marcos,

li, não sei onde, que entre os matemáticos há o maior número de "incrédulos" no darwinismo, exatamente pela probabilidade "zero" da evolução existir.

A questão do darwinismo é que antes de ser um sistema científico é um sistema filosófico, cujo pressuposto é a não-existência de Deus, logo, o acaso e um cem número de forças não detectáveis se encarregou de criar a vida (eles criaram o "seu" próprio deus); cuja desculpa do empirismo até hoje foi insuficiente para confirmá-la, pelo contrário, há evidências da sua impossibilidade.

Outra questão é que a alegada isenção e neutralidade da ciência não passa de mais uma falácia, pois a metodologia está contaminada pela "fé" evolucionista, ao ponto em que qualquer resultado pode ser "guiado" à conclusão que se deseja obter.

E o mais estarrecedor é o evolucionista, que tanto despreza o cristão por ter fé sem razão (uma alegação discriminatória e falaciosa), ele é quem baseia a sua crença numa fé irracional e ilógica. Ao ponto em que a teoria da evolução, como uma cosmovisão materialista, excluiu Deus de qualquer discussão, até mesmo da própria discussão.

Tornou-se fato quando não passa de suposição; é aceita em moldes mais irreais do que a religião; questionam a nossa fé quando a deles é inquestionável. E vá dizer que eles são crédulos...

Parabéns pelo post.

Cristo o abençoe!

Música, Ciência e Teologia disse...

Jorge, o que mais me estarrece é que é crescente o número de evangélicos que assumem a evolução.... isso é demais pra minha cabeça!!!!!

Marcos

Jorge Fernandes Isah disse...

Marcos,

O fato de haver tantos evolucionistas-teístas, por si só já é uma contradição. Por que, como o evolucionista-teísta soluciona a questão do Pecado, da Queda e da Morte, se antes de Adão a morte já existia?

O que a maioria dos E.T.s faz (a sigla vem bem a calhar) é acabar por trilhar o caminho do liberalismo e da descrença, ao colocar Gênesis de 1 a 11 como alegoria ou apenas lições moralistas. Para o crente crer na evolução, é preciso rasgar boa parte de Gênesis e, por consequinte, todos os trechos que tratam Gênesis como fato histórico, e isso representa anular o que Cristo e Paulo disseram.

Mas como acredito que o E.T não está preocupado com coerência e sim em atender aos apelos humanistas, ele chegará ao cúmulo de questionar a inerrância, a infalibilidade e a inspiração divina da Bíblia pois, do contrário, terá de abrir mão da filosofia darwinista.

Se isso não é mais uma heresia, não sei mais o que pode ser.

Grande abraço ao irmão.

Cristo o abençoe e a sua esposa!