Total de visualizações de página

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Carta aberta aos evangélicos - principalmente aos líderes!

São Paulo, 27 de janeiro de 2009.


Foi com muito pesar e tristeza que vi as imagens desoladoras da queda do teto da sede da Renascer. Como cristão, devo seguir os ensinamentos de Jesus e chorar com os que choram. Como cristão, que teve o coração cheio do amor de Deus, a tristeza de um membro do corpo, é a tristeza de todo o corpo.

Obviamente que não posso concordar com quem gostou do ocorrido, com quem achou que foi “bemfeito”, que eles estão colhendo o que plantaram e pensamentos parecidos com esses. É bem verdade que não ouvi ninguém se alegrando com esses fatos, mas escutei alguns programas de rádio que disseram que isso ocorreu.

No sábado, dia 24 de janeiro, tive oportunidade de ouvir um programa de rádio (Rádio Musical – FM 105,7 – São Paulo) que discutiu se o que aconteceu na Renascer era obra de Deus, ou do diabo ou uma fatalidade. Os debatedores e os ouvintes que participaram, concordaram que o ocorrido foi uma fatalidade e nem Deus, nem o diabo foram responsáveis. Contudo, creio que algumas questões deveriam ser discutidas nesse momento, mas os líderes não o estão fazendo.

Há uma perseguição ocorrendo contra a Igreja Cristã no Brasil? Na minha opinião, não está havendo perseguição. E o ponto aqui é que a falsa idéia de perseguição atual está sendo associada à perseguição a que enfrentou a igreja em Atos. No início da Igreja Cristã, ela foi perseguida porque pregava a Verdade. Os primeiros cristãos foram perseguidos por seguirem a Jesus Cristo. Inclusive. Ele advertiu que isso iria acontecer.

Mas é ridículo associar uma coisa à outra. Quando da prisão dos líderes da Renascer, fui abordado por uma jovem a assinar um abaixo-assinado contra a prisão deles. Não assinei e jamais assinaria. Eles não foram presos por pregarem o evangelho. Estevam e Sonia Hernandes foram presos porque mentiram quanto a quantia de dinheiro que portavam na bagagem. Em nenhum momento fui impedido de pregar o evangelho em qualquer lugar.

Os apóstolos foram perseguidos, espancados e presos porque anunciavam a Jesus Cristo. Os “apóstolos” modernos tem que responder sobre supostas sonegações, enriquecimentos ilícitos, criação de esquemas fraudulentos e tudo o mais que a justiça está apurando. É mentira, e agem de muita má fé, os que querem passar a idéia que a Igreja Cristã no Brasil está sofrendo perseguição. Pelo menos, os fatos ocorridos com a Renascer não servem de exemplo.

Se a prefeitura de São Paulo apurar que há irregularidades nos prédios das igrejas locais que as multem, que as cobrem pela regularização ou que as fechem, se for preciso. Caso isso ocorra, que as igrejas locais se levantem sem mácula nenhuma, como deve ser a noiva de Cristo. E daí que 90% (segundo o moderador do debate na rádio) das igrejas serão fechadas! Que falha em ponto da lei, falha em todos. Sinto-me envergonhado em fazer parte de uma geração que jogou a ética no lixo, que não tem mais vergonha na cara e que relativiza tudo, ainda que esteja com a Bíblia aberta. Contra a verdadeira igreja, nenhuma porta infernal vai prevalecer.

Os líderes modernos querem ganhar a situação no grito. Os participantes do referido programa de rádio comparavam os templos irregulares com shoppings, com bares, restaurantes e até motéis foram citados. Ora, se não há condição de se abrir um templo dentro das normas técnicas, NÃO ABRA!!! Ou as leis vão ser respeitadas ou não. Líderes evangélicos não podem se posicionar à margem da lei. A Igreja de Cristo deve ser a primeira instituição a preservar as leis e cumpri-las. As irregularidades deves ser todas corrigidas: nos shoppings, nos restaurantes, nas lojas, nos motéis e, principalmente, nas nossas vidas.

Um apelo final aos líderes da igreja evangélica brasileira: ensinem seus liderados a amarem a Deus com todo entendimento e força; ensinem as pessoas a desejarem a Jesus Cristo como Salvador; ensinem as pessoas a dependeram do Espírito Santo; ensinem as pessoas a amarem a Palavra de Deus e a estudá-la; ensinem as pessoas a odiarem o pecado e a se afastarem dele. Ensinem as pessoas a darem a César o que devido a ele e darem a Deus o que Lhe é devido.

Marcos David Muhlpointner

3 comentários:

Emiliano M disse...

Ótimo Marcos! Excelente reflexão!

Paz de Cristo

Claudia Sunshine disse...

É verdade, irmão Marcos. Eu concordo com você. Até porque o nosso Deus é o Deus da retidão, e quem quer segui-lO deve ter o cuidado de andar em retidão aqui nesta vida física também, porque não se pode dar mau exemplo, não cumprindo normas e regras estipuladas para que haja ordem e segurança às pessoas. A maior pregação que fazemos é o testemunho. Infelizmente muitos pecam nisso. É tempo mesmo de os cristãos acordarem (os que ainda estão adormecidos) e verem que estamos vivendo tempos que antecedem a volta de Jesus, para buscar a Sua Igreja. E cada um de nós temos que cuidar bem, porque ninguém sabe a hora, pra que a gente suba com Jesus!!!

Insigtht's Flutuantes disse...

Carahcah... é uma pena que não li esse texto antes, mas que bom que tive a oportunidade de o lê-lo agora..

hahaha... lembrei de uma música..
"é preciso saber viver.."

é isso aí...
Paz