Total de visualizações de página

terça-feira, 3 de julho de 2012

Minha refutação a Silas Malafaia

Pr Silas, não vou refutá-lo no campo da Teologia, pois gente mais capaz que eu já tem feito isso e continuará fazendo. Mas na minha área de conhecimento, Biologia, gostaria de colocar algumas questões que o irmão falou.

Infelizmente, quando o senhor coloca algumas informações científicas, eu fico entristecido com essa postura. Falta-lhe conhecimento científico em muitas das suas afirmações e isso macula o trabalho de gente séria, que milita na Ciência e na Teologia, como é o caso de Adauto Lourenço, ou Marcos Eberlin. É uma pena que o senhor fale sobre Ciência sem a devida pesquisa.

No programa em que o senhor "chama pra briga" os blogueiros de plantão há algumas afirmações equivocadas sobre a frutificação de alguns vegetais. E, à guisa de ser honesto com a informação científica e com os seus ouvintes, peço que o senhor seja mais cuidadoso com as afirmações que não são da sua área.

De onde o senhor tirou a afirmação que as tamarareiras frutificação após 30 anos? Aqui no Nordeste brasileiro, as árvores frutificam, em média, há cada dois anos (http://www.ruralnews.com.br/visualiza.php?id=170). Se o senhor quiser argumentar em relação às tamareiras no Oriente Médio, por serem espécies diferentes das cultivadas aqui, não muda muito. Elas frutificam entre 4 e 8 anos, bem diferente da sua informação. Se o senhor clicar aqui, poderá ter acesso a uma pequena bibliografia sobre o assunto.

Em relação ao tamarindo - e não tamarino, como o senhor disse - a frutificação se dá por volta de 4 a 6 anos e não 60 anos como o senhor afirmou (http://www.biomania.com.br/bio/conteudo.asp?cod=1573). De onde o senhor tirou essa informação?

No que diz respeito ao abacate o senhor afirmou que a frutificação se dá no sétimo ano. Quanto a isso o erro cientifico nem pode ser considerado como erro, pois os estudos mostram que se dá por volta de seis anos (KOLLER, O.C. ABACATICULTURA. Porto Alegre. Ed. Da Universidade/UFGRS, 1984. 138p.). Mas tudo bem, 6 ou 7 anos é considerado como um erro-padrão em Ciência.

É lamentável que o senhor tenha uma atitude dessas em relação às informações científicas. Do mesmo jeito que a Teologia precisa ser usada com respeito e correção, as informações científicas merecem o mesmo respeito e correção. Mesmo que a Ciência esteja abaixo da revelação de Deus na Sua Palavra.

Nenhum comentário: