Total de visualizações de página

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Não vou mais perder tempo nos sábados!!!

Nasci em 1972 e sempre fui criado “dentro da igreja”. Esse jargão é esquisito, mas demonstra que logo criança fui criado tendo a igreja local como grande referência na minha vida. Acordava cedo, antes dos meus pais, todo domingo de manhã, para ver o programa de Rex Humbard.

Depois veio o Jimmy Swaggart. Que voz, que músicas, que cantores e que pregação. Amava as manhãs de sábado, semana a pós semana, vendo o programa dele. Lembro-me de quanto eu apreciava vê-lo cantando e tocando seu piano. Dia desses atrás estava matando a saudade vendo-os no Youtube.

Aí a moda pegou no Brasil e os próprios brasileiros começaram a produzir seus programas. O primeiro programa que tenho na minha memória é O despertar da fé, acho que apresentado pelo missionário R. R. Soares. Depois muitos outros vieram: Universal, Caio Fábio, Sinos de Belém, Jabes de Alencar, Silas Malafaia, R.R. Soares, Valdemiro Santiago, Estevam Hernandes, Marco Feliciano, Josué Rodrigues, Hernandes D. Lopes, José Wellington.... são nomes de líderes evangélicos que tiveram e ainda têm seus respectivos programas na televisão brasileira. Basta você ligar a TV no sábado de manhã e você pode vê-los pregar, ouvir músicas, vender seus produtos, pedir ofertas e etc. Da lista que coloquei, acho que só o Caio Fábio não tem mais programa na TV, pelo menos não em São Paulo onde resido.

De qualquer maneira, os últimos escândalos envolvendo muitos dos que citei acima me fizeram tomar uma atitude que, ainda que eu a considere radical, é extamente isso que vou fazer: NÃO VOU MAIS ASSISTIR A NENHUM PROGRAMA EVANGÉLICO TELEVISO. E estou baseando minha decisão em vários fatores:

1. Preciso dormir mais. Dizem que estou ficando velho. Meu cardiologista disse que preciso tomar um remédio para meu coração continuar funcionando e que preciso perder peso. Então vou perder apenas o peso e não mais o meu tempo.

2. Teologia. Exceto o programa do Rev. Hernandes D. Lopes, não compartilho da mesma teologia dos outros programas. Todos eles estão envolvidos com os movimentos pentecostais ou neo-pentecostais (o que é pior!). Amo os cristãos pentecostais, meus pais eram pentecostais, tenho excelentes amigos pentecostais, vivi a maior parte da minha vida numa igreja pentecostal histórica. Contudo, a liderança pentecostal brasileira já era! Não confio neles, não acredito no que falam.

3. Repetição. É sempre a mesma coisa, não muda: triunfalismo, vitória sobre vitória, prosperidade, não existem problemas, pedidos de ofertas intermináveis, venda de material de qualidade duvidosa..... estou farto disso. As pregações são apelativas, rasas, sem conteúdo bíblico. Só chavões e nada de exposição das Escrituras.

4. Minha família. Preciso dar mais atenção à minha esposa, ouvir o que ela tem pra me dizer (que não é pouca coisa), sair com ela mais vezes, preparar-lhe o café da manhã, namorá-la, levá-la a algum parque... enfim, preciso estar mais próximo dela.

Prefiro dormir, andar de bicicleta (e estou precisando), jogar tênis, mergulhar, ir à praia com minha esposa, ler bons livros, escutar música a ficar passando nervoso vendo o que eles estão fazendo na TV. E vou aconselhar meus amigos a que façam a mesma coisa. Sabe, aprendo muito mais lendo os livros da minha pequena biblioteca do que ouvindo esses pregadores. E aprendo ainda muito mais lendo a própria Bíblia.

7 comentários:

Liza Borges disse...

Cumpadre!!! assino em baixo do teu texto é a nossa realidade, compartilho da mesma opinião e convicção..... e o pior é que todos generalizam e acham que todos os crentes são iguais como estes..... basta!!!

Liza Borges

Jorge Fernandes disse...

Marcos,
A minha história é diferente da sua. Converti-me a quase cinco anos e, no início, assitia a esses "lobos cruéis" na tv. Mas à medida que o Espírito Santo foi-me mostrando, através do Evangelho, as corrupções, patifarias e pilhagens que esses homens faziam (e ainda fazem), abandonei essa prática completamente. Preferi, como você sugere, comprar livros de servos verdadeiros de Cristo, e apergar-me ainda mais à santa Palavra de Deus.
O que eles fazem é blasfemar o nome do Senhor, na maior cara-de-pau, sem nenhum pudor, a fim de assaltar o bolso alheio, e desfigurar completamente as Escrituras.
À exceção do Rev. Hernandes Lopes, fujamos dos demais.
Como Paulo disse: "Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo... o fim dos quais será conforme as suas obras" (2Co 11.13,15).
Abraços.

Fabiano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabiano disse...

Delicioso! E verdadeiro... e pertinente! Espero que tenhamos ouvidos para te ouvir... Resgatar essas coisas simples e maravilhosas da vida é o que há de mais espiritual, sendo todas permeadas pela Presença! Saudades de vc. Deus te abençoe e continue te usando!

Marcello Yo disse...

Pura verdade. Quanto ao programa do Rev Hernandes, meu amigo pessoal, voce pode assistir no site depois que acordar :-)

Joelson Gomes disse...

Caro Marcos, vc está coberto de razão, o sábado está um lixo na Rede TV, salva-se Hernandes, infelizmente cedo demais (p mim, rsrs). Deus o abençoe, obg pela visita e parabens pelo blog.

Joelson Gomes
http://gracaplena.blogspot.com

Lucas Marin disse...

A Paz do Senhor.

Tenho mais motivos para não assistir esses programas:

-Meditar na Palavra de Deus;
-Orar;
-Levar o Evangelho de Cristo aos que precisam.

Assim, em vez de esperar pelos outros, deixemos nós mesmos que Deus opere através de nossas vidas!

A Paz de Deus domine os nossos corações!