Total de visualizações de página

quinta-feira, 5 de março de 2009

Tornei-me num cardíaco



A imagem ao lado é de um coração humano. Já tive vários desses na mãos durante as aulas de anatomia. É um órgão fantástico. Começa a bater lá pela 3ª semana de idade gestacional e vai, se não acontecer nenhum problema, bater por uns 70 anos, ou 80 anos, ou 90 anos ou mais. Experimente fazer essa conta: um coração de um adulto bate, em média, 80 vezes por minuto.


80 x 60 = 4800 (batidas em 1 hora)

4800 x 24 = 115.200 (batidas num dia)

115.200 x 30 = 3.456.000 (batidas num mês)

3.456.000 x 12 = 41.472.000 (batidas num ano)

Agora, imagine quantas vezes terá batido até seu último dia de vida. Como eu quero que o meu coração ainda bata por muito mais tempo, preciso ajudá-lo a se acalmar um pouco e fazê-lo voltar a bater no ritmo de antes.

Se você está lendo esse texto e está com sua circunferência acima de 100 cm, visite seu cardiologista ainda nesta semana, se possível. Se for homem e está perto dos 40 anos seu risco aumenta ainda mais - e esse é o meu caso.

Coração não como os rins, tenho um só e preciso cuidar muito bem dele.

Até mais, Marcos.

Nenhum comentário: