Total de visualizações de página

domingo, 29 de junho de 2008

Só para pensar!

Se eu não concordo com a maneira de governar do prefeito da minha cidade, posso manifestar minha opinião?

Se eu não concordo com a política que meu patrão tem no emprego, posso falar isso pra ele?

Se eu não concordo com o síndico do meu prédio, posso manifestar esse meu pensamento?

Se eu não concordo com a maneira da professora do meu filho ensinar, posso falar isso pra ela?

Se eu não concordo com a maneira do presidente da República governar, posso deixar isso claro para ele saber?

Se eu não concordo com a prática do banditismo, posso me manifestar para que os bandidos sejam todos presos?

Se eu não concordo com o uso e o tráfico de drogas, posso deixar isso claro para meus filhos não andarem com gente que defende isso?

Se eu não gosto de falar e ouvir palavrões das pessoas, posso falar que essa é uma prática feia e deselegante?

Se eu não concordo com as pessoas que jogam lixo na rua, posso falar que essa é uma prática errada pelos problemas que isso causa?

Se eu não concordo com o abuso dos animais, posso me manifestar contra as pessoas que praticam essas coisas?

Se eu não gosto da música que está tocando no carro ao meu lado, posso fechar as janelas do meu carro para não ser importunado?

Se eu não gosto de literatura esotérica, poesia, prosa, biografias ou qualquer outro tipo, posso aconselhar as pessoas a não comprarem esses tipos de livros?

Se eu não concordo com a escravidão dos trabalhadores, posso me manifestar em defesa do trabalho honesto?

Só para pensar!

Um comentário:

Rev. Ageu Magalhães disse...

Caro Marcos,

Entendi a mensagem. Estão querendo criar uma classe de pessoas incriticáveis. É o fim da liberdade de expressão mesmo. Forte abraço, Ageu.