Total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Quem fala demais, fala o que não precisa!

Sinceramente eu não entendo o que o Silas Malafaia fala.

Primeiro ele declarou que votaria na Marina. Depois mudou de idéia. Até aí não vejo muitos problemas. Nós não somos Deus que é imutável. Mas a justificativa que ele deu foi forçada. Ele mudou de idéia porque a Marina não foi firme o suficiente, na sua concepção, quando se declarou sobre o aborto e homossexualismo.

Passado o primeiro turno, Serra também disse ser a favor da união estável de homossexuais, mas que casamento é assunto da igreja. Isso basta para que Selas malafaia não mude seu voto.

No primeiro parágrafo eu escrevi que podemos mudar de idéia por que não somos Deus. Contudo, nosso objetivo é tentar pensar e agir de acordo com a palavra de Deus. Vejamos:

1. A Bíblia condena a idolatria. Mas nem Dilma e nem Serra são contrários à extinção do feriado de 12 de outubro, dia da padroeira do Brasil.
2. A Bíblia condena o sexo descompromissado e fora do casamento. Mas nem Dilma e nem Serra são contrários à distribuição de preservativos durante o período do carnaval, bem como não são contra nem ao próprio carnaval.

Esses são dois exemplos que nos devem fazer pensar em como os líderes evangélicos do Brasil estão conduzindo essa situação. O povo de Israel foi governado por reis corruptos e outros tementes a Deus. O que mudava de substancial na vida do povo?

é uma penas que o Silas Malafaia tenha entrado nessa discussão. Agora não dá mais para sair. Antes ele ficasse quieto apenas discutindo as questões éticas da eleição sob o olhar da Bíblia. minha impressão é que muitas vezes ele perde a oportunidade de ficar quieto e fala demais; fala bobegens demais.

5 comentários:

Night Watch disse...

Não é de hoje que ele fala besteiras ao vento. Antes só falasse de política, pois no evangelho passou a vender Bíblia ungida de 1000 reais e por aí afora.

Eclesia disse...

a hipocrisia é tamanha que o Serra tá usando o Malaveia (Malafaia) em suas propagendas de rádio e tv. Alem do 'apostolo' Voldomiro. Tosco.

Música, Ciência e Teologia disse...

Night Watch, quando ele só falava de Bíblia eu ainda tinha vontade de ouvi-lo, mesmo ele metendo o pau no calvinismo (eu sou calvinista!!!). Mas agora é só dinheiro, dinheiro e política. Não dá mais.

Obrigado pelo comntário, Marcos.

Música, Ciência e Teologia disse...

Eclesia, minha sensação é que temos que nos afastar dessa parte nefasta do cristianismo e permanecer cada vez mais longe dela.

Até mais, Marcos.

José disse...

O que mudava de substancial na vida do povo? Tudo. Os inimigos fugiam, o povo vivia em paz, tendo paz com os seus inimigos ao seu redor, e quando não, tinham vitórias tremendas sobre os seus inimigos. Quando os governantes (líderes) fazem um acordo com Deus para que Ele os governe, assim como fez Salomão (pedindo sabedoria), Deus traz a resposta para a nação.
No amor de Cristo. Inerves José